Dodge Charger RT


O charmoso exemplar prateado ano 1976 pertence ao advogado Gianfranco Cinelli, de São Paulo. Aliás, sua trajetória com a marca vem de longe, como ficou claro logo no começo da conversa: “Meus pais tiveram Dodge. Tenho ótimas recordações de viagens ao interior de São Paulo e ao Guarujá no Dart sedan azul da minha mãe”, conta.

O sobe e desce do bairro de Pinheiros deixou claro que o propulsor 318 V8 com 215 cv de potência bruta tem torque de sobra. O modelo é completo e conta, inclusive, com ar-condicionado, opcional que não tinha tanta importância por aqui na década de setenta. E seguimos adiante até o local das fotos.

O Charger – definitivamente – tem estilo. E mostra vitalidade após trinta e dois de fabricação. No caminho de volta, um pequeno burnout e saída de lado deixaram clara sua verdadeira vocação de muscle car. Além, é claro, de duas listras pretas no asfalto.

Nota do editor: Não deixe de conhecer também o portfólio fotográfico criado por Bellote em janeiro de 2008, que conta com ensaios exclusivos de máquinas antigas e modernas.


Renato Bellote

Renato Bellote é um bacharel em Direito apaixonado pela fotografia automotiva. Desde 2008 mantém a "Garagem do Bellote", com ensaios exclusivos de máquinas clássicas e modernas utilizando a inconfundível placa preta.

15 Responses

  1. Eduardo says:

    FANTÁSTICO !

  2. Marcus says:

    Essa grade por cima do farol é massa!

    Abraço!

  3. Jean Bolsoni says:

    minha “banheira” preferida
    dos american muscle das decadas de 70/80 acredito ser o mais imponente e luxuoso
    sou tarado por esse carro
    quando eu tivér onde guardar e condiçoes pra mantê-lo sempre impecável com certeza terei um

  4. haru says:

    carrão!!! um monstro!!

  5. Beatriz says:

    Bellote e seus cenários! Nunca fui fã de carros antigos, mas admiro quem gosta e mantém sempre com aparência de 0KM!

  6. Victor BM says:

    Automático e nervoso, o motorzão produz um ronco que faz qualquer um apertar a ruela do c*!!! A lataria do bichão ta bonita hein, lisinho…

    Show de bola, teria um com gosto, mas tem que ser inteirão assim como este.

    ps: a direção que está nas fotos é diferente da que está no vídeo, olha que observador que sou (como se ninguém tivesse visto huaehu).

    ps2: show do milhão: quantos litros essa acelerada consumiu? a) 15 b) 30 c) um caminhão tanque.

  7. y C/Colon says:

    Post nostalgico!Meu avô tinha 2 chargers , e até hoje não me conformo em meu pai ter deixado minha avó vender os 2 após sua morte , seria a maior lembrança que teria dele que era também um fanático por carros.

  8. Bruno vinicius says:

    Um classico!!!!

  9. Eduardo Fonseca says:

    Nunca fui fã de carros antigos, mas admiro quem gosta e mantém sempre com aparência de 0KM! [2]

    belas fotos

    abraços

  10. Victor BM says:

    Já que o assunto é carro antigo, memórias de família, e por aí vai, segue um link pra vocês: http://forums.vwvortex.com/zerothread?id=3249927 (carrão é carrão sempre né, não tem como negar!)

  11. Eduardo Fonseca says:

    Manoude bem Vitão….belo Porsche

    abraços

  12. Alex Herrera says:

    MEU SONHO!

    Ainda vou ter um desse!

    Uma coisa é fato,nao se fazem mais carros como antigamente!

  13. victor says:

    cara isso q é um charger R/T de categoria,admiro o seu trabalho…Parabens!!!

  14. Renor says:

    Posso falar sobre Dodge Charger RT,pois trabalhei 5 anos com ele todos os dias viagem e trabalho, deixou muitas saudades. Parabéns pela conservação do carro.Renor.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *