Renault Fluence GT


A Renault entrou na onda dos sedãs com apelo mais esportivo e está lançando no mercado o Fluence GT.

O Fluence, lançado no Brasil no ano passado, acaba de ganhar uma versão esportiva. O modelo conta com um novo motor, utilizado pela Renault nos seus modelos europeus, como o atual Mégane. Trata-se de um 2.0 turbo de 180 cv de potência e 30,6 m·kgf a 2.250 rpm. O turbo twin-scroll faz com que 80% da força do motor esteja disponível a partir dos 1.500 rpm. Aliado ao câmbio manual de 6 velocidades, o Fluence GT acelera de 0-100 km/h em apenas 8 segundos e atinge 220 km/h de velocidade final.

Ao contrário do Peugeot 408 THP e Volkswagen Jetta TSi, que possuem visual praticamente inalterado em relação aos modelos com menor potência, a Renault investiu na estética do Fluence GT. Desenvolvido pela equipe do Renault Design América Latina (RDAL), o modelo ganhou diversas personalizações no exterior e interior.

Pedaleiras de alumínio, soleiras nas portas com a inscrição “Renault Sport”, velocímetro digital com fundo branco, interior com acabamento em “black piano”, bancos esportivos, costura do couro em vermelho, e a sigla GT espalhada por todo o carro são alguns dos detalhes no interior. Já no exterior os diferenciais são marcados pelas rodas aro 17 com design exclusivo para a versão, aerofólio, saias dianteira, traseira e laterais e retrovisores e maçanetas na cor “Dark Metal”.

Com relação aos itens de série, são os mesmos da versão topo de linha do Fluence, que incluem faróis de xenônio, teto solar, sistema de navegação, controle de estabilidade e tração, entre outros. Apenas três cores estão disponíveis: branco, preto e vermelho.

O valor cobrado pelo Renault Fluence GT é de R$ 80 mil e estará a venda nas concessionárias a partir deste mês.

Guilherme Nascimento

Guilherme é fotógrafo automotivo e sua especialidade são os carros exóticos. Criou o site “No Trânsito” em março de 2007 como uma forma de mostrar suas fotos ao mundo.

You may also like...

19 Responses

  1. Alexandre Pinho says:

    Pena que é manual!

  2. lsussumu says:

    Esse fluence GT eu achei animal!!! 80mil nele….ta meio caro…

    • barnis00 says:

      discordo … motor de 180 cavalo … um ds3 da citroem ta esse preco e tem 150 e uns qbrado o veloster tem nessa faixa e ta quase 90 mil … ! nao vo nem comenta do audi modelo de entrada !

  3. ocatvius says:

    Enfim, alguma marca brasileira criando um esportivo de verdade… e carro esportivo TEM que ter cambio manual, que este ao menos tem

  4. Anderson says:

    sOU MAIS O jETTA TSI QUE GERA 200CV E POR QUASE O MESMO PREÇO ALEM DE SER MAIS COMPLETO A MANUTENÇÃO DEVE SER MAIS BARATA

    • barnis00 says:

      concodo com vc anderson soh q oq muda e q o jetta e sedan luxo mesmo na versao TSi e ali e uma versao sportiva com bancos estilo concha com logo, frios e pquenos detales diferenciados … ainda precisa melhora muito aq no brasil para podermos chamar de esportivo !

    • Claudio says:

      A manutenção DEVE ser mais barata? Só pode estar de brincadeira, ou então não tem carro, nunca custeou um carro.

      Jetta tem manutenção caríssima e preço de seguro quase proibitivo. Carros da Renault e Peugeot têm o seguro mais barato do país. Qualquer um, do mais simples ao mais caro. Média de 3 a 5% do valor do carro. Na VW qquer carro tem seguro a partir de 10% podendo chegar a 20% do valor do veículo. Impagável.

      Fluence é uma compra mais racional. Maior torque, manutenção mais barata, seguro mais barato, o carro em si é um pouco mais barato, e um prejeto mais moderno e diferenciado (já que todos os VW no Brasil agora têm a mesma “cara”). Pagar no mínimo 5mil a mais no jetta e no mínimo o dobro no seguro apenas para ganhar 0,5s (isso mesmo, o Jetta turbo é apenas 1/2 segundo mais rápido) no 0-100? Acho que não vale a pena.

    • Salvadeo says:

      Atualmente, set/2013, os valor dos carros já se alteraram muito. O Fluence que foi lançado por R$ 78.990, chegou a R$ 82 mil e hoje já se encontra zero km por R$ 75 mil. O Jetta TSI começa a partir de R$ 88.990, só que colocando todos os itens de segurança e conforto do Fluence GT bate a casa dos R$ 98 mil. Aqui cabe a ressalva de que por conta do preço mais elevado do Jetta TSI há de se considerar que o mesmo conta com motor de 200 CV e câmbio DSG de dupla embreagem, cujo custo é bem maior que a transmissão manual de 6 marchas do Fluence. Concepções diferentes de conjunto mecânico que não poderiam estar presentes em um simples comparativo de custo x benefício.

  5. MUNDICO says:

    é apenas um renault….

    • fabio says:

      é apenas um renault… um bom e confiavel renault.

      • Claudio says:

        Exato. Um confiável Renault. Se o Mundico entendesse de carros saberia que FOI A RENAULT QUE INVENTOU O TURBO. Know-How para fazer bem e bem feito, eles têm de sobra. Tanto que o carro tem “apenas” 180cv e tem muuuuuuuuuito mais torque que todos os carros de 200 a 240cv do mercado.

        Isso é tecnologia.

        E mais, é saber que “cavalaria” só faz diferença na velocidade final, e que ninguem (pelo menos não a maioria, os motoristas conscientes, e não os garotinhos encantados com o brinquedo novo) compra carro para andar a 200km/h, principalmente no Brasil.

        A Renault sabe que o que importa mesmo é TORQUE, e isso o bichinho tem de sobra. Tanto torque, e em em baixíssima rotação, são mais que bons argumentos.

        E o carro só custa 79 mil porque está com o Ágio do lançamento. Ano que vem ele cai pra, no mínimo, 74 mil, e aí sim, a concorrência temerá!

        • Trapizomba says:

          Claudio,

          O turbocompressor foi inventado por um suiço chamado Dr. Alfred Büchi em 16/11/1905. Tecnologia patenteada na época pelo Imperial Patent Office of the German Reich, sob o número 204630. De onde você tirou que a invenção foi da Renault?!

          Se gostam tanto da renault, sugiro visitar o website acima…

  6. Almir says:

    O VW/Jetta TSI tem 28,5kgfm, e pesa 1.370km. O Renault Fluence GT tem 30,6 kgfm. Quiçá ter esses 30,6 em baixa rotação. E quanto pesa o GT. Alguém comparou o consumo VW/Jetta TSIxRenault Fluence GT? Não se deixem influenciarem por aqueles 2kgfm a mais. Outro fatores devem ser levados em conta. Peso ser um deles. Em qual faixa de rotação aqueles 30,6kgfm, etc…
    Não se esqueçam que motor a diesel ter kgfm alto, enquanto CV nem tanto.

  7. Este carro tem um ótimo custo/benefício se comparado aos concorrentes.

    Muita gente diz preferir o Jetta, que também é um excelente carro, mas se acrescentar os opcionais (que o Fluence GT já possui de série), como faróis em xenônio, teto-solar, rodas aro 17, sistema de navegação e partida por botão, o valor do mesmo chega a 97 mil reais. São quase 20 mil reais de diferença entre os modelos.

    Agora fica a pergunta: será que vale a diferença?

  8. Cadu says:

    Tenho o Jetta TSI excelente Carro ,seguro barato e manutencao por volta R$250.00 a primeira revisao e R$300, a segunda e Anda muito !!! Dificil achar algum carro para brincar , otimo custo beneficio !!!

  9. Faostino Costa de Araujo. says:

    O Cadú deve gostar muito da wolksvagen, ou então é vendedor. porque a wolks. tem uma das manuatenções mais caro do Brasil. pra vc ter uma idéia, eu tenho um fox prime 1.6 ano 11/12, fiz agora a revisão de 20 mil, paguei R$: 900,00 Reais, imagiane se fosse um jeta que custa mais do dobro do fox.
    vai com um jeta fazer a revisão pra vc ver a paulada. Rsrsrsrs.

  10. Horrível de interior.Sem desaign interno tá descartado.

  11. Salvadeo says:

    Custo de revisões (preço fechado) do Fluence GT
    10 mil = R$ 288,00
    20 mil = R$ 618,00
    30 mil = R$ 541,00
    40 mil = R$ 824,00
    50 mil = R$ 541,00
    60 mil = R$2.066,00
    70 mil = R$ 541,00
    80 mil = R$1.059,00
    90 mil = R$ 541,00
    100mil= R$ 618,00

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *