O ataque dos tubarões


Maiores e mais rápidos.

Essa é a nova cara da Fórmula 1 em 2017 e todos os fãs esperam que estas mudanças tragam mais competitividade entre todas as equipes.

As dez equipes do grid fizeram o lançamento de seus carros ao longo desta última semana e partem para os testes da pré-temporada a partir desta segunda, 27 de fevereiro.

Por falarmos em equipes, temos apenas dez agora. A Manor decretou falência, tentou vender a massa falida para algum investidor, mas não conseguiu. Com isso, duas vagas também acabaram sendo perdidas. Mas vamos falar dos carros, estes, cheio de novidades.

Sendo o mais simplista possível, as principais diferenças ocorreram na largura dos pneus dianteiros e traseiros e do carro como um todo. Tudo mais largo. O comprimento total do carro também aumentou e a asa traseira teve sua altura em relação ao solo bem diminuída. Aí apareceu um outro componente aerodinâmico já utilizado no passado por algumas equipes: o shark fin, ou simplesmente, barbatana de tubarão.

Este componente aerodinâmico não é nenhuma unanimidade em termos de estética, mas virou aposta de quase todas as equipes na apresentação de seus carros. O objetivo desta “barbatana” é, em resumo, um componente que alivia a turbulência aerodinâmica. Com a redução da altura do aerofólio traseiro, este componente direciona o fluxo aerodinâmico de maneira mais regular, melhorando o down force, especialmente nas curvas.

Como será a reação de cada um deles na pista, a gente só vai saber ao longo destas próximas semanas e, em um mês, o campeonato começa para valer na prova de abertura do mundial na Austrália.

Aqui estão as máquinas de 2017. Por enquanto, qual sua preferida?

A gente volta em algumas semanas com o resultado da pré-temporada. Até lá

A atual campeã mundial traz um carro que não usa a tal barbatana aplicada por toda a concorrência. Quem estará certo?

A atual campeã mundial traz um carro que não usa a tal barbatana aplicada por toda a concorrência. Quem estará certo?

O modelo SF70 da escuderia italiana quer colocar de volta a equipe onde ela merece.

O modelo SF70 da escuderia italiana quer colocar de volta a equipe onde ela merece.

A Red Bull promete brigar com a Mercedes de igual para igual. Se isso acontecer, vai ser divertido ver a briga entre Ricciardo e Verstappen.

A Red Bull promete brigar com a Mercedes de igual para igual. Se isso acontecer, vai ser divertido ver a briga entre Ricciardo e Verstappen.

O carro branco da Williams parece ser interessante e bem resolvido. Se tiver dinheiro para continuar se desenvolvendo ao longo do ano, pode esperar por melhores resultados que ano passado.

O carro branco da Williams parece ser interessante e bem resolvido. Se tiver dinheiro para continuar se desenvolvendo ao longo do ano, pode esperar por melhores resultados que ano passado.

A equipe indiana quer ficar entre as três primeiras na temporada. Essa promessa é antiga, quem sabe desta vez se realiza.

A equipe indiana quer ficar entre as três primeiras na temporada. Essa promessa é antiga, quem sabe desta vez se realiza.

A volta da cor laranja no carro da equipe de Woking criou muita expectativa para saber como seria o lay-out da pintura. Parece que faltou ousadia. Vamos ver quando andar.

A volta da cor laranja no carro da equipe de Woking criou muita expectativa para saber como seria o lay-out da pintura. Parece que faltou ousadia. Vamos ver quando andar.

Talvez o carro mais bonito até o momento, mas a equipe satélite da Red Bull quer ser mais do que um carrinho bonito na pista.

Talvez o carro mais bonito até o momento, mas a equipe satélite da Red Bull quer ser mais do que um carrinho bonito na pista.

A equipe americana vem com uma pintura predominante cinza, mas não se sabe qual dos tons vai predominar.

A equipe americana vem com uma pintura predominante cinza, mas não se sabe qual dos tons vai predominar.

A Renault escureceu um pouco mais o carro em relação ao ano passado, mas não quer que a coisa fique mais preta por isso.

A Renault escureceu um pouco mais o carro em relação ao ano passado, mas não quer que a coisa fique mais preta por isso.

Homenageando os 25 anos da equipe, a Sauber foi a primeira a apresentar o carro de 2017 oficialmente. Se invertermos o ditado que diz que os últimos serão os primeiros, é bem provável que teremos 100% de acerto.

Homenageando os 25 anos da equipe, a Sauber foi a primeira a apresentar o carro de 2017 oficialmente. Se invertermos o ditado que diz que os últimos serão os primeiros, é bem provável que teremos 100% de acerto.

Lauro Vizentim

Lauro Vizentim é Engenheiro Mecânico, fez MBA em Administração e trabalha há quase duas décadas na indústria de automóveis. Gosta de criação, design e de carros. Quando estes três gostos se juntam em uma corrida, tudo se completa. Acompanha a Fórmula 1 há mais de trinta e cinco anos e escreve para o No Trânsito desde 2009.

2 Responses

  1. Fábio Abade says:

    “…pintura predominante cinza, mas não se sabe qual dos tons vai predominar…”

    HAHAHAHAHAHA

    Laurão e seus trocadilhos ! Só esperamos que o carro não seja “tão amarrado ou espancado”… kkKKkk

    Mas a única que acertou foi e será a Mercedes. o Shark fin só é útil nas retas e atrapalha e muito nas curvas… a fluidodinâminca dos tubarões está aí pra provar… tanto que o tubarão não faz curvas rápidas… ele “torce” o corpo, aponta pra onde vai e segue em linha reta.

    Ja vi algumas análises FEA em alguns projetos de Baja e até de karts com uma tentativa de integração de um aerofólio longitudinal (tipo shark fin) e o resultado foi muito ruim.

    Resumindo (pra mim): Colocaram essa barbatana pra tentar assustar a Mercedes na beira da praia mas talvez o susto não tenha sido tão grande quanto o esperado.

    Vamo que Vamo!!

  2. Glauco de F. Pereira says:

    E adivinhem quem já está saindo na frente nas primeiras sessões de treinos?

    E logo atrás, fungando no cangote, a Ferrari (por mais incrível que isto possa parecer num início de temporada…)

    Mc Laren segue a sina com a Honda, ou seja, um motor por dia (Nada como um dia após o outro).

    Dizem as más linguas que Alonso exigiu um porta-treco no carro que possa caber uma cadeira de praia e um guarda sol. #interlagosfeelings

    No mais, nada de novo no front. Ou seja, Mercedes sai na frente e todo mundo vem babando atrás, mas o líder, pelo menos no início, da caça a raposa serão Vettel e Raikkonen.

    A conferir, no decorrer do ano, se os percalços da Red Bull serão somente nestes dias. Se bem que, sem ter como referência carga de combustível e outros parâmetros mais, é complicado cravar um retrato do que será o ano.

    Uma coisa é certa (ou quase…). Hamilton e, quem sabe, Bottas, em algumas ocasiões, já podem escolher quem serão seus possíveis adversários. Digo possíveis pois lutar com Mercedes mais uma vez será uma tarefa inglória…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *