Estande da Audi no Salão do Automóvel 2018 – Parte I


A montadora das quatro argolas anunciou o inédito e-tron, primeiro modelo de produção em série totalmente elétrico e que será vendido aqui no Brasil em 2019. O SUV de grande porte é equipado com dois motores elétricos de emissões neutras de CO2 e silenciosos, que produzem 300 kW, equivalente a 408 cv. Sua autonomia é de 400 km, além do exclusivo sistema de recarregador 150 kW, onde são necessários apenas 38 minutos para recarregar 80% da bateria do veículo.

O modelo também é equipado com a tecnologia híbrida. Uma partida de alternador de correia funciona em conjunto com baterias de íons de lítio, rodando entre 55 e 160 km/h com o motor desligado. Ainda, durante a desaceleração, o A6 recupera até 12 kW de energia, o que em conduções reais reduz o consumo de combustível em até 0,7 litro a cada 100 km rodados, segundo a marca.

Quer mais? Que tal retrovisores virtuais, algo até então inédito em um carro de produção? O e-tron tem também! Durante mais de 90% das desacelerações, o carro recupera a energia por meio de dois motores elétricos.

Audi-e-tron-Pikes-Peak-10959

O público pode ainda fazer compras na loja de produtos da marca além de test-drive nos modelos A3 Sedã, Q5 e RS6 Performance.

LANÇAMENTOS

NOVO AUDI A6

O novo embaixador da nova linguagem de design da Audi, a marca acaba de apresentar o novo A6.

O modelo também é equipado com a tecnologia híbrida. Uma partida de alternador de corria funciona em conjunto com baterias de íons de lítio, rodando entre 55 e 160 km/h com o motor desligado. Ainda, durante a desaceleração, o A6 recupera até 12 kW de energia, o que em conduções reais reduz o consumo de combustível em até 0,7 litro a cada 100 km rodados, segundo a marca.

Oferecido em duas motorizações, um 3.0 TFSI V6 com 340 cv e 500 Nm de torque ou um 2.0 TFSI com 245 cv e 370 Nm de torque, o modelo acelera de 0-100 km/h em 5,1 e 6,8 segundos, respectivamente. A velocidade máxima é de 250 km/h limitado eletronicamente.

Um dos destaques do modelo é o Sistema MMI, sistema de personalização intuitiva e personalizável do sistema multimídia. A tecnologia permite processar perguntas e comandos de duas maneiras, com dados armazenados a bordo e em conjunto com o sistema de GPS.

NOVO AUDI A7 SPORTBACK

O cupê de 4,97 metros de comprimento e 1,91 metros de largura, mas apenas 1,42 metros de altura é puro luxo! E será lançado no primeiro semestre de 2019.

A nova geração do A7 teve mudanças significativas na dianteira e nas lanternas e também a adição de novas tecnologias. Além do Sistema MMI do irmão menor, o A7 conta com gama extensa de “infotenimento”, com sistema de navegação que transmite dados de velocidade LTE e inclui um hotspot de wi-fi integrado. O carro reconhece também quando o cliente abre seu veículo e ajusta diversas configurações de acordo com o perfil individual.

A chave digital permite que ele seja ligado com um smartphone com sistema Android por meio de comunicação por campo de proximidade, podendo o proprietário habilitar até 5 celulares ou pessoas que podem acessar o veículo.

Sob o capô, o cupê utiliza o mesmo 3.0 do A6, alcançando de 0-100 km/h em 5,3 segundos. No ciclo NDEC, o A7 Sportback consome 6,8 litros de combustível a cada 100 quilômetros.

NOVO AUDI A8

Lançado no Salão de Frankfurt no ano passado, o sedã topo da gama da marca é o primeiro carro de produção em série a contar com direção autônoma nível 3 até 60 km/h. Na prática, o sedã acelera, freia, vira, ou seja, é capaz de andar sozinho pelas ruas e estradas.

O modelo conta com sensores para medir a velocidade e a distância dos veículos a sua frente, de modo a permitir ao motorista relaxar e soltar as mãos do volante e tirar os pés dos pedais. Conta também um com sistema que lê as placas de trânsito e analisa o asfalto, evitando, por exemplo, a queda em um buraco.

Oferecido em cinco motorizações, o V6 biturbo de 3.0 TDI (diesel) e um 3.0 TFSI (gasolina) desenvolve 286 cv e 340 cv, respectivamente. Duas versões de oito cilindros 4.0 TDI (diesel) com 435 cv e um 4.0 TFSI com 460 cv, virão logo a seguir. Haverá ainda um motor exclusivo de ponta, W12 e 6.0 litros.

Destaque para o sistema de suspensão, que também conta com duas novidades. As rodas traseiras são giradas na direção oposta da condução dependendo da faixa de velocidade, distribuindo o torque de tração entre as rodas traseiras. A suspensão pode ainda rebaixar cada roda separadamente com atuadores elétricos.

Fernando Marques

Fernando Marques iniciou em 2007 na fotografia automotiva, fazendo parte desde 2009 da equipe No Trânsito. Apaixonado por carros desde pequeno, aprendeu a ler e escrever folheando as páginas da Revista Quatro Rodas e hoje divide as matérias automotivas com a advocacia, sua profissão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *