Estande da Audi no Salão de Frankfurt – Parte I


Nessa primeira parte falaremos sobre os conceitos e alguns dos lançamentos, que ganharam potência e perderam peso em suas novas gerações.

Fotos: Fernando Marques

CONCEITOS

A marca apresentou ao público e futuro próximo de sua linha de produtos E-Tron com o AICON e o SUV Elaine.

AUDI AICON

A primeira vista, o AICON se parece com um fastback. Belo engano. O sedã autônomo apresenta rodas aro 26 polegadas e comprimento maior que o Audi A8, atualmente o maior modelo em comprimento feito pela fábrica de Ingolstadt.

O conceito conta com quatro motores elétricos, um para cada roda, que juntos produzem 350 cv e 56 m·kgf de torque, com autonomia para rodar 600 km com apenas um carga, graças as suas baterias de alta voltagem, que demoram apenas 30 minutos para serem recarregadas totalmente.

Por ser autônomo, o conceito não conta com volante ou pedais, visto que a marca se inspirou numa cabine de avião de primeira classe. No lugar de LEDs, a marca instalou painéis digitais com centenas de pixels triangulares, cujos comandos são acionados por voz e pelo olhar, se necessário.

AUDI ELAINE

O modelo promete entrar feio na briga de carros autônomos, especialmente com os veículos da Tesla. Isso porque, o SUV Cupê, que lembra uma mistura de Audi Q7 com BMW X6, apresenta nível 4 em condução autônoma.

Isso significa que o modelo pode assumir todas as funções de direção, como acelerar, frear, estacionar e girar o volante, por exemplo, sem a intervenção humana. Ainda, pode sugerir que o humano assuma o volante, mas, em caso contrário, o sistema do conceito poderá seguir viagem.

Assim, o modelo poderá ir para o estacionamento ou recarregar suas baterias, após deixar seus donos no shopping, citando outro exemplo.

O modelo conta com autonomia para rodar 500 km e é equipado também com quatro motores (um em cada roda) e tração nas quatro rodas. Sua potência é de 435 cv, podendo chegar aos 503 cv no modo de condução mais esportiva. A aceleração de 0-100 km/h é de 4,5 segundos.

LANÇAMENTOS

AUDI RS3

A nova geração do hot hatch passou por pontuais mudanças, ganhando o mesmo visual do face-lift da versão normal A3. Mais especificamente, o hatch ganhou novos faróis e novo parachoque dianteiro.

O motor, conta agora com a mesma cavalaria do RS3 Sedã. O 2.5 litros TFSI de cinco cilindros agora conta com 400 cv e 48,9 m·kgf de torque, um aumento de incríveis 43 cv em relação ao modelo anterior, indo de 0-100 km/h em 4,1 segundos. O câmbio automatizado com dupla embreagem e sete marchas continua o mesmo, além da tração integral.

Agora, a nova geração conta com 26 kg a menos que a anterior também ganhou o novo painel Virtual Cockpit, famoso na marca das quatro argolas.

AUDI RS4 AVANT

A nova geração do Audi RS4 Avant homeageia o IMSA GTO, carro de competição dos anos 90 e a primeira geração da perua, lançada em 1999, também na cor Nogaro Blue como vemos nas fotos. A cor, que pode ser adquirida no pacote de customização Audi Exclusive, é inconfundível já que foi oferecida no seu antecessor Audi RS2 Avant.

A nova geração abandonou o V8 4.2 litros para ganhar mais potência e torque no V6 3.0 litros bi-turbo, que desenvolve 450 cv e brutos 61,2 m·kgf de torque. O 0-100 km/h fica na casa dos 4,1 segundos, com velocidade máxima de 250 km/h (limitados eletronicamente). O comprador pode ainda optar por um pacote de performance que, dentre outras melhorias, aumenta a velocidade máxima em 30 km/h. O câmbio conta com 8 velocidades e a tração é integral.

Ainda comparada a geração anterior, o novo Audi RS4 Avant é 80 km mais leve. Também, é 7 mm mais baixo que a versão convencional do A4 Avant, com novos para-lamas alargados em 30 mm e para-choques com agressivas tomadas de ar. Como opcional, o comprador pode optar por freios de cerâmica e controle dinâmico de rodagem, além de vários itens no pacote de customização Audi Exclusive.

AUDI RS5 COUPÉ

O novo Audi RS5 Coupé foi totalmente remodelado. A começar pela carroceira, que foi alargada, afim de abrigar o novo jogo de rodas de 20 polegadas. Até mesmo os faróis foram alargados, assim como as entradas e saídas do novo para-choque. Já os cromados, deram lugar ao elegante black piano e ao aço escovado. Detalhe para a inscrição RS5, que aparece nos para-lamas dianteiros.

Mecanicamente falando, o Audi RS5 possui os mesmos números do Audi RS4, com exceção do 0-100 km/h, que fica em 3,9 segundos. O modelo passou uma rigoroso regime, perdendo 60 kg em relação a geração anterior.

AUDI TTRS

A nova geração do TTRS ainda não deu as caras pelo Brasil. Contudo, os europeus e americanos já contam com o modelo, que foi lançado no final de 2016.

Sua motorização é a 2.5 litros de 5 cilindros, 405 cv de potência e 48,9 m·kgf de torque desde 1.700 até 5.580 rpm. Já o 0-100 km/h é alcançado em 3,7 segundos na versão cupê e 3,9 na versão conversível.

No caso da versão mostrada ao público durante o evento, o modelo conta com um exclsuivo Audi Sport Perfomance Parts, que inclui defletores de ar em fibra de carbono, spoiler dianteiro, traseiro e saias laterias em black piano, entrada de ar no capô e fibra de carbono. O pacote conta ainda com jogo de rodas aro 20 polegadas em preto fosco e um exclusivo aerofólio em black piano e fibra de carbono.

AUDI R8 V10 PLUS e AUDI R8 V10 RWS

O outro lançamento mais aguardado no estande da montadora foi o Audi R8 RWS. A sigla com três letras está relacionada com a tração do modelo, que nessa edição limitada a 999 unidades (entre cupê e conversível) é traseira.

Limitado, pois a Audi trabalha com toda a sua linha de produtos com tração integral “Quattro”, sendo a marca referência nesse segmento que nasceu nos ralis. No caso do R8 RWS, a perda da tração integral fez o bólido emagrecer 50 kg na versão cupê e 40 kg na versão conversível

Os engenheiros trabalharam pesado no acerto da suspensão e dos ajustes eletrônicos para segurar a fera e seu 5.2 litros, 548 cv e 55,1 m·kgf de torque advindo do V10 aspirado central. De 0-100 km/h, o modelo precisa de apenas 3,7 segundos, alcançando a velocidade máxima de 320 km/h, a mesma velocidade das versões com tração nas quatro rodas.

A montadora também apresentou o Audi R8 V10 Plus na versão conversível e na belíssima cor Viper Green, sendo a cereja do bolo no estande em meio ao mar azul da linha RS. Durante o Salão do Automóvel de 2016, em São Paulo, o novo Audi R8 foi a grande atração do estande da marca. Você pode rever a matéria completa do estande clicando aqui.

Fernando Marques

Fernando Marques iniciou em 2007 na fotografia automotiva, fazendo parte desde 2009 da equipe No Trânsito. Apaixonado por carros desde pequeno, aprendeu a ler e escrever folheando as páginas da Revista Quatro Rodas e hoje divide as matérias automotivas com a advocacia, sua profissão.

You may also like...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *